Co-branding no mundo digital

image - 2021-04-26T131617.890

[Internacional]

O co-branding digital – parceria com marcas digitalmente nativas para aumentar o conhecimento da marca e impulsionar a demanda do consumidor – está crescendo. 

Embora “digitally native brand” (DNB) (marca nativa digital) seja um termo relativamente novo que se desenvolveu na última década para descrever empresas voltadas para o consumidor que têm suas origens online desenvolvidas na internet, os ancestrais do DNB de hoje são os videogames.

DNB pioneiro

Meio século atrás, uma empresa chamada Atari criou o primeiro jogo de arcade de sucesso, Pong. O mundo vem jogando videogames desde então.

Desde o Pong básico de 50 anos atrás, os jogos evoluíram com gráficos sofisticados e narrativas fortes, capazes de mergulhar os jogadores em mundos virtuais. Assim, no arsenal de marketing das marcas, os videogames são uma das ferramentas digitais mais poderosas disponíveis.

O luxo encontra os jogos

Marcas de luxo descobriram que as colaborações com videogames podem servir como uma ótima introdução para os consumidores mais jovens experimentarem e pagarem por marcas sofisticadas, oferecendo “skins” para avatares de jogos. Em muitos jogos hoje em dia, os jogadores podem selecionar as características específicas de seus personagens em grande detalhe, muitas vezes incluindo uma escolha de estilos da moda de marcas de designers. Por exemplo, tome o mega-sucesso da pandemia da Nintendo, Animal Crossing: New Horizons, que inclui skins de Valentino e Marc Jacobs. Assim como a moda tem um forte apelo IRL (na vida real), os jogadores também buscam flexionar seus avatares com skin de designer contra outros jogadores. A marca de moda de luxo Louis Vuitton é outro peso-pesado no campo, colaborando com a desenvolvedora de jogos Riot Games para criar uma série de skins digitais para personagens do popular League of Legends junto com coleções cápsulas que podem ser usadas na vida real.

Champion x Tafi

 

Uma empresa de dois anos, a Tafi, tornou-se uma das principais criadoras de conteúdo 3D personalizado para sistemas de avatar e emoji, e a Champion Athletic Wear anunciou recentemente uma colaboração com a Tafi ligada à sua coleção Spring 2021 utilizando NFTs (tokens não fungíveis, a mais quente tendência digital do momento) e AR Emoji do Samsung Galaxy, através do qual as três empresas estão navegando na nova onda da moda digital e personalização.

Tal como acontece com muitos NFTs, a coleção virtual da primavera da Champion foi lançada em leilão e inclui obras de arte icônicas e exclusivas da Champion, bem como avatares de edição limitada inspirados na herança da marca, oferecendo um modelo inovador para compartilhar novos produtos que se baseiam na história de uma marca.

Uma Saborosa Colaboração

Buzzfeed, a empresa de mídia digital global que nasceu online, lançou sua marca de comida viral Tasty em julho de 2015. Em menos de seis anos, sua viciante série de vídeos no Facebook com foco em alimentos reconfortantes atingiu mais de 100 milhões de seguidores e desde então se expandiu para o YouTube, Instagram e Twitter.

Dois anos após sua estreia, a Tasty fez parceria com o Walmart para desenvolver mercadorias da marca Tasty nas categorias de culinária e produtos domésticos, e a popularidade da colaboração levou a extensões em alimentos e até mesmo um aplicativo para integrar compras de supermercado com receitas da biblioteca de mais de 4.000 vídeos. Uma conclusão esclarecedora pode ser observada no gráfico abaixo: A tendência de três anos na participação do Buzzfeed nas receitas de vendas (abrangendo tanto e-commerce e vendas físicas do Walmart), aumentou 9 por cento da receita total em 2017 para 21 por cento em 2019. Claramente, Tasty é um modelo apetitoso de conteúdo que impulsiona o comércio.

Artigo escrito por Steven Ekstract para Jing Daily

Deixe seu comentário

Translate »